Contrário à taxa de coleta de lixo, Quemuel diz que população já paga tributos demais

02 Dezembro 2017
(0 votos)
Autor 

Retirado de pauta antes da Sessão Ordinária da Câmara na última segunda-feira (27), o projeto de Lei de autoria da Prefeitura de Nova Andradina, que institui a taxa de coleta, tratamento e disposição final de resíduos sólidos, deve voltar a integrar a votação na Casa, na próxima semana.

No documento, o prefeito Gilberto Garcia pede que o projeto seja votado em regime de urgência especial, o que na prática, dispensa os trâmites previstos no Regimento Interno da Câmara e na Lei Orgânica Municipal.

“A administração municipal deve buscar alternativas sobre a gestão do lixo na cidade, e não deixar a conta para a população, que já paga outros tributos. Além disso, falta bom senso da administração ao propor um projeto dessa importância, sem consultar a população”, afirma o vereador, posicionando-se contrário ao projeto.

Quemuel também aponta que no projeto, não consta simulação da cobrança, para que a população tenha acesso aos custos e verificar o impacto no orçamento das famílias. “Nossa proposta é que o projeto seja levado aos bairros e que a população tenha acesso sobre a forma de cobrança e como a taxa será calculada na prática”, afirma.

Eleição de diretores escolares
Quemuel aborda ainda que, embora o projeto que prevê eleição para direção escolar, de sua autoria, já tramite na Câmara, um novo projeto foi encaminhado pelo Executivo Municipal. “As discussões já estão avançadas, inclusive com sugestões do Simted, do Conselho Municipal de Educação e Secretaria de Educação. Acreditamos por falta de informação ou de comunicação entre a Assessoria Jurídica da Prefeitura, da própria Secretaria de Educação com o prefeito, a proposta tenha sido enviada da Câmara”, afirma.

Fonte: Jornal da Nova

243 : Visualizações
Redação

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top