Atuais aliados do governo devem ser adversários na corrida eleitoral

08 Fevereiro 2018
(0 votos)
Autor 

Blocos formados na ALMS podem ser desfeitos por causa da campanha

Os aliados de hoje do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia Legislativa poderão se transformar em adversários na corrida eleitoral deste ano.

Como a previsão é de cenário nebuloso para campanha eleitoral, a atual composição do bloco de partidos no Legislativo poderá sofrer alterações. As bancadas estão, inclusive, discutindo a escolha dos novos líderes e da formação de grupos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB), chegou a pedir aos deputados para apresentarem até ontem o nome dos líderes de bancada. Apenas o PT atendeu Mochi.

O deputado João Grandão foi escolhido, dentro do processo de rodízio, para liderar a bancada no lugar de Pedro Kemp.

Os demais partidos só pretendem apresentar depois do Carnaval a formação dos blocos e dos líderes de bancada. Eles estão negociando quem ficará com quem na base aliada do governador.

O líder do MDB, deputado Eduardo Rocha, justificou o adiamento da indicação do nome por estar cumprindo agenda em Três Lagoas, Brasilândia e Água Clara.

Hoje, o PSDB integra o bloco formado por PR, DEM, PSB, PSC e SD. Eles jogam alinhados com os interesses do governo desde a posse de Azambuja, em 2015. Mas nem todos esses partidos poderão ficar na aliança da reeleição do atual governador. As negociações políticas avançam para o PR, DEM e PSB fecharem com MDB na sucessão estadual.

Fonte: Correio do Estado

215 : Visualizações
Redação

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top