Salvar

Salvar

Mundo (193)

Comentários apontam para a diferença na forma como o mundo está reagindo a esse ataque e como respondeu a outros, ocorridos na Europa e nos EUA

No sábado, um ataque terrorista com caminhão-bomba em Mogadíscio, na Somália, matou 300 pessoas e deixou outras 200 feridas. Não só foi o pior atentado terrorista na história do país africano, mas também um dos mais mortais enfrentado por qualquer outra nação do mundo.

Contudo, muitas pessoas nas redes sociais questionaram a atenção dada à tragédia por outros internautas e pela imprensa. Os comentários apontam para a diferença na forma como o mundo está reagindo a esse ataque e como respondeu a outros, que ocorreram na Europa e nos Estados Unidos.

Nos últimos dias, hashtags como #IAmMogadishu (Eu sou Mogadíscio) ou #PrayForSomalia (Rezem pela Somália) foram usadas em todo o mundo, mas não figuraram entre os assuntos mais comentados do Twitter, como aconteceu em outros ataques. “A explosão de Mogadíscio não é nem trending [no Twitter]… África você está por conta própria…”, tuitou um usuário.

 

Depois de ataques em Paris, Nice, Berlim, Orlando, Manchester, Londres e Las Vegas, hashtags como #PrayforLondon (Rezem por Londres) ou #JeSuisParis (Eu sou Paris) rapidamente se espalharam pelas redes sociais. Agora, os internautas se perguntam por que foi registrado pouco apoio para as vítimas da Somália, apesar da cifra inacreditável de mortos.

Segundo a ferramenta de gestão de redes sociais Sprout Social, a hashatg #PrayForSomalia foi mencionada em no máximo 25.000 tuítes por dia entre 14 e 17 de outubro. Já #PrayForLasVegas foi usada quase 250.000 vezes nos dias após o atentado do início do mês na cidade americana.

“Essas vidas importam tanto como qualquer outra no mundo. Eles merecem nossa atenção. #Mogadíscio”, tuitou Peter Daou, criador do site Verrir.

Muitos brasileiros também lamentaram a falta de comoção mundial.

 

Qual o valor de uma vida? Um somali vale menos que um americano, francês, espanhol, inglês ou brasileiro?  

 

Já são mais de 300 mortos em ataque terrorista na Somália.
Sem pele branca, sem olhos claros, sem comoção na mídia. 

 

O ataque

Centenas de pessoas saíram às ruas na Somália nesta quarta para lembrar as vítimas do ataque. Com faixas vermelhas amarradas na cabeça, os participantes da manifestação passaram pelos locais da explosão de um caminhão-bomba em um bairro movimentado da capital, antes de se reunirem em um estádio, aos gritos de “estamos prontos para lutar”.

Apesar de habituada a atentados e ataques de extremistas, Mogadíscio ficou particularmente chocada com a explosão, que deixou 300 mortos e 200 feridos. O atentado não foi reivindicado, mas as autoridades não têm qualquer dúvida sobre a responsabilidade dos islamitas somalis do grupo Al Shabab, vinculado à Al Qaeda, que lançam frequentemente atentados suicidas em Mogadíscio e arredores.

Diante da multidão, o presidente Mohamed Abdullahi Mohamed prometeu intensificar a guerra contra os terroristas. “Se não respondermos hoje, é certo que chegará o momento em que serão nossos próprios corpos em pedaços que serão recolhidos do chão. Devemos resistir juntos e combater os shebab, que continuam a massacrar nosso povo”, disse.

Fonte: Veja

Americana é acusada de homicídio e crueldade com menor; Caso aconteceu na Flórida

 

Uma mulher de 150 quilos foi acusada de assassinato na Flórida por ter matado uma garota de 9 anos ao sentar-se sobre ela como forma de castigo. As informações sobre o caso foram divulgadas na mídia local nesta terça-feira.

Veronica Green Posey, de 64 anos, foi presa e acusada de homicídio e crueldade contra um menor, informou "The Pensacola News Journal", periódico da Flórida. A polícia do condado de Cambria afirmou que a vítima era a prima de Veronica.

Paramédicos e oficiais de Justiça correram para a casa da família em Pensacola após um telefonema ser feito para serviços de emergência. Veronica contou aos agentes que ela se sentou sobre a menina Dercika Lindsay como punição "porque ela estava fora de controle".

O relatório da polícia diz que, durante o incidente, a menina disse a Veronica e aos pais — que também se encontravam em casa naquele momento — que não conseguia respirar. Quando a moça se levantou, a criança já não estava consciente. As autoridades dizem que Veronica chamou de serviços de emergência e tentou ressuscitar a Derika.

PUBLICIDADE

O relatório de prisão diz que os pais da pequena, Grace Joan Smith e James Edmund Smith, são acusados de negligência com menor.

Grace Smith chamou Veronica, que é sua sobrinha, para ir à sua casa ajudá-la a disciplinar a criança, de acordo com o relatório. Ela contou aos investigadores que Veronica atingiu Derika com uma régua e um tubo de metal antes de se sentar sobre ela.

Já James Smith disse aos investigadores que Veronica sentou-se sobre a menina por alguns minutos antes de ela reclamar que não podia respirar e que se levantou somente dois minutos depois disso.

Fonte: O Globo

Choirul Huda, do Persela Lamongan, bateu cabeça, pescoço e peito contra o brasileiro Ramon

 

O goleiro Choirul Huda morreu neste domingo em decorrência de um choque sofrido contra o companheiro de Persela Lamongan.

Nos acréscimos da etapa inicial , o jogador de 38 anos foi cortar um cruzamento e bateu cabeça, pescoço e peito contra o brasileiro Ramon.

A partida foi contra o Semen Padang pela primeira divisão do Campeonato Indonésio.

O jogador acusou fortes dores, começou a passar mal ainda no gramado e foi levado às pressas para a ambulância direto ao hospital já em estado grave.

Poucos minutos depois de chegar ao hospital, porém, ele sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Os jogadores dos dois times lamentaram a situação e foram informados da morte de Choirul Huda ao final da partida, transtornando a todos.

"Choirul Huda sofreu uma colisão traumática com seu companheiro, resultado no que nós chamamos de parada cardiorrespiratória", explicou o médico Yudistiro Andri Nugroho. Ele disse que tudo o que foi possível para reanimar o goleiro foi feito, mas que "a condição seguiu piorando. Estímulos no coração e no cérebro foram feitos, mas ficou uma hora sem resposta. Sem sinais de reflexos de vida normal, então nós declaremos a morte às 16h45 (horário local)".

O goleiro atuou em toda sua carreira profissional no Persela, clube de sua cidade-natal, Lamongan. Ele era casado e deixa dois filhos.

Fonte: Band

Em resposta às palavras do presidente americano

O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, afirmou que a vontade do país asiático é “fazer chover fogo” sobre os Estados Unidos, em resposta às palavras do presidente americano, Donald Trump, que ameaçou perante a ONU destruir Pyongyang.

O chanceler norte-coreano se pronunciou desta maneira ao receber a uma delegação da agência de notícias russa “Tass” que visitou Pyongyang, segundo informou hoje a imprensa local.

“A vontade de todo o pessoal militar e das pessoas da República Popular Democrática da Coreia (RPDC, nome oficial do país) é fazer chover fogo sobre os EUA, que falou em destruir totalmente a RPDC”, disse Yong-ho.

Ele também afirmou que o programa nuclear norte-coreano é “fruto precioso da sangrenta luta do povo coreano para defender o destino e a soberania do país, diante da prolongada ameaça nuclear dos imperialistas americanos”.

O chanceler norte-coreano participou da sessão extraordinária da Assembleia Geral das Nações Unidas, no mês passado, onde Trump, durante seu discurso, ameaçou “destruir totalmente a Coreia do Norte” por conta de seus seguidos testes de armas.

Os seguidos testes armamentísticos e a troca de provocações entre Washington e Pyongyang elevaram no último ano a tensão regional para níveis sem precedentes desde o fim da Guerra da Coreia (1950-1953).

Um representante de uma delegação russa que visitou o país explicou após sua visita que as autoridades norte-coreanas lhes asseguraram que preparam o próximo lançamento, como um teste, de um novo míssil balístico intercontinental (ICBM) com capacidade real para alcançar a costa oeste americana.

Os especialistas especulam com que Pyongyang poderia realizar este lançamento coincidindo com o Congresso do Partido Comunista Chinês, que começa no próximo dia 18 de outubro, ou durante a visita de Trump à região, marcada para acontecer entre os dias 2 e 14 de novembro.

Veja

As Forças Armadas dos Estados Unidos sobrevoaram a Península Coreana (área que se estende pelas duas Coreias) com dois bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea no final da terça-feira (horário local), em meio às elevadas tensões por contas dos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, disseram as Forças Armadas da Coreia do Sul.

Os dois bombardeiros B-1B foram escoltados por dois caças F-15K da Coreia do Sul depois de deixarem sua base em Guam, disse o Estado-Maior Conjunto sul-coreano em divulgação à imprensa na quarta-feira (horário local).

Depois de entrar no espaço aéreo sul-coreano, os dois bombardeiros realizaram exercícios ar-terra nas águas da costa leste da Coreia do Sul, depois voaram para águas entre a Coreia do Sul e a China para repetir o exercício, disseram os militares da Coreia do Sul.

As Forças Armadas da Coreia do Sul disseram que as manobras foram parte de um exercício para impulsionar a defesa militar e também uma forma de demonstrar a aliança entre Estados Unidos e Coreia do Sul.

Fonte: MSN

Nos Estados Unidos, uma menina de 3 anos está desaparecida desde sábado após seu pai colocá-la de castigo de madrugada sozinha na rua por ela não ter bebido o leite.

O caso aconteceu em um subúrbio de Dallas, no Texas, e o homem, de acordo com informações do jornal The Independent, foi preso pelas autoridades no dia do incidente, acusado de abandono e de colocar um menor em situação de risco. Ele foi solto no domingo após pagar fiança.

Wesley Mathews, de 37 anos, obrigou a filha, Sherin Mathews, a ficar sozinha junto a uma árvore do outro lado da rua da casa de onde vivem, no bairro de Richardson, às três horas da manhã.

Depois de 15 minutos, o pai voltou para conferir Sherin, mas ela não estava mais no local. A policia foi chamada apenas cinco horas depois do ocorrido. A menina, que vestia calças leggings, camisa de mangas compridas rosa e chinelos rosa, sofre com dificuldades de desenvolvimento e de fala.

Mathews disse aos oficiais que viu coiotes perto do local onde deixou a filha, mas as investigações não apontam que um animal possa ter arrastado a garota. Os policiais continuam na buscas pela criança, e divulgaram um comunicado nas redes sociais pedindo por informações que levem ao seu paradeiro.

O caso lembra o episódio acontecido em maio de 2016 no Japão, onde os pais de um garoto de sete anos castigaram a criança por mal comportamento e o deixaram sozinha em uma floresta.

Dado como desaparecido, o menino, depois de seis dias de solidão, foi encontrado pelas autoridades escondido em uma cabana nas florestas de Hokkaido.

Fonte: Veja

Cerca de 20.000 pessoas tiveram que deixar suas casas e dez pessoas morreram

Cerca de 1.500 edifícios foram danificados ou destruídas no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, devido à propagação de vários incêndios na região. Cerca de 20.000 pessoas tiveram que deixar suas casas nas cidades de Napa, Sonoma e Yuba e dez cidadãos morreram.

Em Napa foram registrados três grandes incêndios na madrugada e vários de menor dimensão, segundo informou o porta-voz do governo municipal, Molly Rattigan. As chamas se espalham com o passar do tempo e provocam novos focos, o que levou o governador do estado, Jerry Brown, a declarar estado de emergência.

Segundo as autoridades locais, duas pessoas morreram em Napa. Outras sete morreram na cidade de Sonoma e uma em Mendocino. Por volta de 100 pessoas ficaram feridas em todo o estado. Ainda não se sabe como o fogo começou.

A destruição causada pelos incêndios surpreendeu as autoridades, já que em apenas algumas horas o vento estendeu as chamas por milhares de hectares. Informações oficiais estimam que pelo menos 17.800 hectares já tenham sido destruídos pelo fogo.

O pior incêndio na história recente da Califórnia foi em Cedar, no condado de San Diego em 2003, que destruiu mais de 2.800 residências. Em 2007, o incêncio de Witch, também em São Diego, destruiu mais de 1.600 residências. Ambos ocorreram em outubro. “Esta época do ano é quando historicamente ocorreram os incêndios maiores, mais perigosos e mortíferos do estado”, disse Upton, ao se referir aos fortes ventos do outono.

Um dos incêndios mais violentos desta temporada se encontra em Santa Rosa, no condado de Sonoma. Uma grande faixa do norte da cidade está sob ordem de evacuação e tem suas escolas fechadas. Hospitais e estabelecimentos comerciais também precisaram ser esvaziados.

O Serviço Meteorológico Nacional emitiu no domingo uma advertência sobre ventos de 32 a 56 quilômetros por hora na região.

Fonte: Veja

Ministério russo de Situações de Urgência ainda não informou o número exato de feridos

 

Um incêndio de grandes proporções foi deflagrado em um grande mercado no extremo-sudoeste de Moscou neste domingo (8), deixando vários feridos e levando à evacuação de 3.000 pessoas, segundo nota do Ministério russo de Situações de Urgência.

Por volta das 18h50 GMT (15h50, horário de Brasília), as chamas se espalharam pelos cerca de 55.000 metros quadrados do shopping especializado na venda de materiais de construção e em decoração, ainda segundo o comunicado do governo. Enormes colunas de fumaça preta subiam desse estabelecimento, onde parte do teto desabou.

“No total, 3.000 pessoas foram retiradas do imóvel”, declarou o Ministério de Situações de Urgência, confirmando feridos.

Mais de 290 bombeiros, 170 viaturas e três helicópteros foram enviados para o local, de acordo com o Ministério.

Fonte: Veja

O corajoso Robert Nababan diz que encontrou a serpente de sete metros enquanto fazia o trajeto do trabalho até a sua casa

 

Um homem que trabalha como segurança na Indonésia está se recuperando no hospital, após vencer uma dura batalha pela vida contra uma cobra píton gigante.

O corajoso Robert Nababan diz que encontrou a serpente de sete metros enquanto fazia o trajeto do trabalho até a sua casa, em Hulu Regency, província de Riau, no noroeste da Indonésia.

O homem, de 37 anos, estava conduzindo sua moto quando viu dois pedestres impossibilitados de atravessar a rua por causa da enorme cobra.

Deitado em sua cama no hospital, ele contou que tentou pegar a cobra para tirá-la do lugar.

Ele disse: “Eu tentei pegá-la. Ela mordeu o meu braço e nós lutamos por um tempo”.

É fácil perceber que a batalha foi brutal, já que Nababan sofreu lacerações profundas no braço e na mão esquerda. Também foi divulgado que ele estava sofrendo de exaustão, o que sugere que a luta contra a cobra foi longa.

A prova da vitória de Nababan pode ser vista em sua aldeia, onde o corpo do réptil foi pendurado como se fosse um varal.

Não se sabe como a cobra foi morta, já que a família de Nababan pediu que os jornalistas saíssem do hospital antes que ele terminasse de contar a história.

Acredita-se que a cobra seja uma píton-reticulada (Python reticulatus), espécie que pode chegar a 8 metros de comprimento.

Segundo o Guinness Book, a maior cobra já mantida em cativeiro foi uma píton-reticulada chamada Medusa, que tinha incríveis 7,67 metros de comprimento.

Fonte: Yahoo

Adel e Alina Fakhteeva dizem que fazem tudo juntas. As russas encarnam o clássico caso de gêmeas inseparáveis. Agora, Adel e Alina, que moram em Kazan (Rússia), querem dar um passo adiante como "siamesas separadas". Elas buscam um marido - um único - para dividir.

As gêmeas de 22 anos não têm o menor pudor de admitir que querem um pretendente rico que as leve para morar em Moscou. Apesar de famosas em Kazan por causa de um blog de moda, Adel e Alina sentem que a cidade ficou pequena para elas.

A campanha das russas por um marido chegou ao prefeito de Kazan, Aleksandr Donskoy, que decidiu ajudá-las, contou o "Sun".

Donskoy afirmou ter entrado em contato com os milionários russos na lista da "Forbes" a fim de "oferecer" as gêmeas.

"Achei divertido ajudar", comentou.

Fonte: O Globo

Pagina 1 de 14

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top