Maduro criticou a política de privatizações anunciada por Bolsonaro ao longo da campanha eleitoral.

A relação já conturbada entre Brasil e Venezuela teve um sinal claro de aumento de tensão após Nicolás Maduro ter chamado, nesta segunda-feira(14), o presidente Jair Bolsonaro de “Hitler dos tempos modernos”. O líder venezuelano criticou ainda as políticas liberais adotadas pelo brasileiro. “E aí temos o Brasil, nas mãos de um fascista. (…) Bolsonaro é o Hitler dos tempos modernos. Não tem coragem e nem decisões próprias, é um fantoche”, disse Maduro em discurso no plenário da Assembleia Nacional Constituinte. Maduro criticou a política de privatizações anunciada por Bolsonaro ao longo da campanha eleitoral e indicou que o povo brasileiro deverá se insurgir contra a medida. “O povo brasileiro se encarregará dele. Deixemos o tema Bolsonaro ao formoso povo brasileiro, que lutará e se encarregará dele.” Fonte: Noticias ao minuto

 

Homem estava ameaçando vizinhos com faca Uma residência na Vila Nhanhá, em Campo Grande, foi incendiada durante a madrugada desta terça-feira (15) após uma briga de casal. A mulher teria…

Eles estão dispostos a votar a favor do pacote anticorrupção proposto pelo ministro da Justiça

Os deputados federais sul-mato-grossenses Rose Modesto (PSDB), Dagoberto (PDT) e Fábio Trad (PSD) são favoráveis ao projeto do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que visa criminalizar o caixa 2 nas campanhas eleitorais. O texto deve ser apresentado pela pasta no próximo mês, na Câmara dos Deputados.

A medida, segundo Rose Modesto, foi considerada importante para “evitar que se repitam casos como os que são investigados hoje tanto pela Polícia Federal quanto pela Justiça. Voto a favor de um projeto com este teor”.

Outro parlamentar que é enfático na necessidade de se votar a favor do projeto é Dagoberto. “Ao criminalizar o caixa 2, coíbe-se esta prática, além de tornar o processo eleitoral mais democrático por dar igualdade reais a todos os candidatos”.

Assim como Dagoberto, Fábio Trad mostrou-se “simpático” ao projeto. No entanto, ele ressaltou a necessidade de analisar “como vem o texto, se haverá aumento de multa ou prisão, se é reclusão ou detenção”. “Vou analisar as questões técnicas da medida para ver se terá eficácia no combate à corrupção”, disse.

Fonte: Correio do Estado

 

Nathalia atuava como personal trainer no mesmo período em que trabalhava para Bolsonaro, de dezembro de 2016 a outubro de 2018 O gabinete do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados atestou frequência total de sua ex-assessora Nathalia Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, mencionado em relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Como revelou a Folha de S.Paulo, Nathalia atuava como personal trainer no mesmo período em que trabalhava para Bolsonaro, de dezembro de 2016 a outubro de 2018. A frequência é atestada pelo gabinete ou pelo parlamentar, por meio eletrônico. No período acima, não houve registros de faltas injustificadas ou licenças. A reportagem obteve a frequência da ex-assessora por meio de um pedido com base na Lei de Acesso à Informação. Os secretários podem trabalhar em Brasília ou no estado de representação do deputado, contanto que cumpram a carga horária de 40 horas semanais. A personal trainer também aparece no relatório do Coaf que identificou movimentações financeiras atípicas no total de R$ 1,2 milhão por parte de seu pai, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro. Nathalia também trabalhou como assessora do filho do presidente. Em 2007, aos 18 anos, começou a atuar na vice-liderança do PP, de Flávio, onde ficou até fevereiro de 2011. De agosto do mesmo ano até dezembro de 2016, esteve lotada em seu gabinete. Residente no Rio de Janeiro, as redes sociais de Nathalia giravam em torno de sua atuação como professora de educação física –nas academias cariocas e na…
“Em relação a novas contratações, a gente ainda está analisando. O Bruno Henrique, atacante do Santos, o Flamengo não mais tentará sua contratação, iremos sair da negociação. O mesmo vale…
O animal estava abandonado e bem debilitado

Um cachorro que estava abandonado e com uma fita adesiva amarrada na boca foi encontrado por moradores na região do bairro Pró Moradia XV, em Rio Brilhante, distante a 161 quilômetros de Campo Grande. Segundo informações do site Rio Brilhante em Tempo Real, a AAMR (Associação de Proteção aos Animais) informou que o cão estava bem debilitado e foi solto pelos moradores. Agora, os protetores tentam encontrá-lo para atendimento veterinário. Os protetores da AAMAR pedem ajuda da população para localizar o animal e também informações que levem ao responsável por tamanha violência. O caso será levado ao conhecimento da Polícia. Fonte: TopmidiaNews

 

Mulher ficou em estado de choque após abuso

Um homem, que não teve identificação divulgada pela polícia, foi preso na última semana, em Dourados. Ele é suspeito de…
Uma cientista foi morta e teve partes do corpo comidas por um crocodilo quando tentava alimentá-lo com pedaços de carne na última sexta-feira (11).

Deasy Tuwo, de 44 anos, estava alimentando Merry, um crocodilo de 5 metros de comprimento, por cima de uma parede de concreto em um centro de pesquisas de Sulawesi do Norte (Indonésia), quando o animal se lançou contra a cientista e conseguiu puxá-la para dentro do cercado. Colegas da cientista notaram pouco depois que Merry apresentava uma silhueta incomum, contou reportagem do "Sun". Ao investigar, eles notaram que o crocodilo tinha partes do corpo de Deasy na boca. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para recuperar o cadáver mutilado de Deasy. Acredita-se que Merry não tenha comido todo o corpo porque já estava com o estômago cheio - antes, havia devorado um crocodilo menor. Merry só foi capturado nesta segunda-feira. Ele será enviado a um laboratório para a realização de testes. Fonte: Extra

 

Ele irá para Oristano, e não para Rebibbia, como havia sido anunciado anteriormente O ministro da Justiça da Itália, Alfonso Bonafede, anunciou que Cesare Battisti não ficará preso no centro de detenção de Rebibbia, como havia sido informado anteriormente. Por questões de segurança, Battisti será enviado para Oristano, na Sardenha.

A informação foi dada durante uma coletiva de imprensa nesta tarde (14), horas após Battisti chegar à Itália em um voo proveniente de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, onde foi detido na noite de sábado (12). O avião Falcon 900 do governo italiano pousou no Aeroporto de Ciampino, em Roma, às 11h40 locais (8h40 de Brasília) com Battisti. Ao desembarcar, Battisti foi levado a uma delegacia na rua Patini, na capital, para cadastro fotográfico. A primeira informação apontava que Battisti seria, então, enviado para o centro de detenção de Rebibbia, que fica perto de Roma. "Queria ressaltar que garantimos o percurso mais veloz e seguro para que Battisti chegasse à Itália. Conversei com o presidente do Brasil e agradeço pela mudança de rota que foi determinante. Leia também: Por que Battisti não passou pelo Brasil antes da extradição? Battisti ficará sozinho em cela, com isolamento por 6 meses 'A mamata acabou', diz Salvini sobre Battisti Obrigado também ao governo boliviano pela colaboração", afirmou, por sua vez o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte. Conte, Bonafede e o ministro do Interior, Matteo Salvini, deram uma coletiva de imprensa conjunta no Palácio Chigi, em Roma, sobre a prisão de Battisti.…
Pagina 5 de 508

Salvar

 

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top