Mato Grosso do Sul (221)

A 1ª Delegacia da Polícia Civil de Três Lagoas investiga a morte de um idoso, de 66 anos, no bairro Santo André, na manhã desta terça-feira (8). Ele teria se esfaqueado na frente da esposa minutos antes do casal sair para ir até uma agência bancária pagar uma conta. O homem foi encontrado por ela, na cozinha, e perfurando o abdômen com uma faca.

Ela contou à polícia que conseguiu tirar a faca das mãos do marido, porém, acabou escorregando. Ele então pegou outra faca e perfurou o pescoço. O idoso foi encontrado com três cortes no corpo. A mulher relatou que a vítima enfrentava problemas de depressão e há dois meses fazia tratamento contra a doença.

Vizinhos chegaram a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a equipe o encontrou com vida quando chegou. Porém, minutos depois, ele morreu. Ao JPNEWS, o delegado Edson Ubeda, responsável pelo caso, informou que ocaso é tratado como suicídio por não haver nada no cenário do crime que indique um suposto homicídio.

“Quando chegamos ao local, o homem já estava sem vida e também havia duas facas. Mas, inicialmente, descartamos homicídio por não ter indicativo de luta corporal, por exemplo. A mulher não tem lesão que teria lutado ou algo assim. Ele não apresenta nenhuma lesão de defesa. Não há vestígios na casa de uma terceira pessoa”, explicou o delegado.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Odontológico Legal (Imol) de Três Lagoas.

Fonte: JP News

Nesta terça-feira (8), desde às 7h30, o Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região está protestando em frente à agência do Bradesco da rua Dom Aquino, entre as ruas 13 de maio e Rui Barbosa, no centro da capital. Os dirigentes sindicais vão retardar a abertura da unidade em 1 hora.

O objetivo é alertar sobre os casos de assédio moral praticados pelo responsável da agência. O presidente do SEEBCG-MS, Edvaldo Barros, explica que o sindicato recebeu várias denúncias e procurou a superintendência regional do Bradesco para relatar o problema. No entanto, a situação não foi resolvida e novas reclamações chegaram à entidade sindical.

Com o ato, o sindicato cobra providências imediatas para que as ações de assédio moral sejam extintas do ambiente de trabalho. “O número de denúncias demonstra que o caso não é isolado, e sim com todos os trabalhadores da agência. Caso o banco não tome uma providência urgentemente, o sindicato vai tomar outras medidas cabíveis”, comentou Edvaldo.

Bradesco tem sido alvo de denúncias de assédio moral em todo o país devido a uma gestão focada em pressão e concorrência. Os funcionários são pressionados a cumprir metas e, até mesmo, a ultrapassar os índices estabelecidos para garantir que a agência fique bem posicionada no ranking das unidades. Essa cobrança é constante e chega por mensagens e aplicativos de celular, gerando ainda mais pressão e sobrecarga de trabalho.

Assédio Moral

Muito comum no sistema financeiro, o assédio moral é a exposição de alguém a situações humilhantes, constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício das funções. É um problema que contribui para o desenvolvimento de diversos problemas de saúde, como a depressão, estresse emocional, Síndrome do Pânico e, em casos mais extremos, pode levar ao suicídio.

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região orienta os bancários que denunciem qualquer situação de assédio moral.

Fonte: A Crítica

O número de mortes por acidentes nos 3.670 quilômetros de rodovias federais em Mato Grosso do Sul caiu 70,74% nos primeiros quatro meses de 2018 frente ao mesmo período de 2017, despencando de 82 para 24.

Os dados foram divulgados na manhã desta segunda-feira (7), pela Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no estado.

De acordo com a unidade também houve o recuo, em patamar menor, mas de forma expressiva, na quantidade de feridos nos acidentes nesta mesma comparação, 26,74%, com o número caindo de 864 para 633.

Houve ainda uma queda de 19,44% no total de acidentes, de 674, no primeiro quadrimestre do ano passado para 543 no acumulado entre janeiro e abril deste ano.

Fonte: Correio do MS

O auxiliar de pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, 34, foi morto com uma tesourada no pescoço, na manhã desta segunda-feira, depois de ter tentado impedir um assalto, na Avenida Mato Grosso, esquina com a Rua Calógeras e Rua dos Ferroviários, região central de Campo Grande. O crime aconteceu às 6h40 e a polícia investiga o caso.

Segundo testemunhas, a vítima seguia para o trabalho de bicicleta junto com o pai, quando presenciou um ladrão tentando assaltar uma mulher na rua. Rodrigues foi até eles e tentou impedir o crime, mas acabou atingido com um golpe no pescoço.

O pai de Rodrigues, que não teve a identidade divulgada, viu toda a ação, passou mal e permaneceu no local, onde recebeu atendimento médico. A Policia Militar está realizando diligências na tentativa de encontrar o autor do crime.

Fonte: Correio do Estado

Prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira, na rua 22, após denúncia anônima

Uma mulher de 57 anos foi presa em flagrante, após denúncia de que estaria furtando energia elétrica de sua vizinha, no bairro Vila Piloto, em Três Lagoas. A prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira (3), na rua 22, por policiais da 2ª Delegacia de Polícia Civil e aconteceu paralelamente à Operação Blackout, deflagrada pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) em estabelecimentos comerciais e residências da área central da cidade.

De acordo com a ocorrência policial, vizinhos denunciaram o problema e acionaram a concessionária de energia. O funcionário da empresa constatou que havia fiação ligando o imóvel da mulher a vizinha. Ele acionou a polícia, por volta das 10h30.

Os policiais questionaram a moradora sobre a ligação clandestina e ela disse que há mais ou menos um ano pediu para um conhecido "fazer" o desvio do fio para alimentar sua casa com 220 volts, devido a um aparelho de ar-condicionado. A mulher disse ainda, que não sabia que era do vizinho ao lado que haviam "puxado" o fio, desviado no medidor de energia da concessionária.

De acordo com os policiais, a instalação é considerada furto de energia elétrica.

Operação

Pelo menos seis pessoas foram detidas durante a “Operação Blackout”, do SIG, contra furto de energia, em Três Lagoas. Elas são suspeitas de envolvimento no crime após os policiais constatarem “gatos” de energia em estabelecimentos comerciais, localizados no centro da cidade.

A operação iniciou nesta quinta-feira (3) e mais de 30 imóveis deverão ser fiscalizados pela polícia em conjunto com fiscais da concessionária responsável pelo abastecimento da região. O delegado Ailton Pereira, titular do SIG, explicou que as pessoas levadas para a unidade policial deverão prestar esclarecimentos sobre as ocorrências registradas e confirmação de furto de energia nos pontos fiscalizados.

Fonte: JP News

Um fato lamentável aconteceu na tarde de ontem (28) no Distrito de Amandina em Ivinhema, onde um homem foi morto após ser golpeado por faca diversas vezes depois de uma briga na Rua Cavelino Pelissario.

Conforme apurou o Site Ivinoticias, João dos Anjos de 35 anos conhecido como João Maconha foi vitima de esfaqueamento, por indivíduos ainda não identificados. Na tarde deste último sábado, por volta das 16h40min a Policia Militar de Amandina recebeu uma ligação anônima informando que indivíduos estariam brigando na Rua Cavelino Pelissario, sendo que um dos envolvidos estava esfaqueado e caído no chão.

A policia militar acionou a ambulância do Distrito e foi até o local, sendo que a vitima já havia sido socorrida por pulares e encaminhado para o Hospital Municipal de Ivinhema, mas ficou constatado que houve uma briga no local e tinha manchas de sangue no chão.

Diante dos fatos a Policia Militar realizou diligencias para buscar a autoria do crime, mas não obtiveram êxito, momentos depois foram informados que a vitima havia sido socorrida, porem já chegou sem vida no Hospital.

João estava com alguns hematomas no corpo e com 10 perfurações de arma branca, provavelmente de uma faca de pequeno porte, na região do tórax, abdômen e ombro direito.

O caso foi registrado na delegacia de Policia Civil de Ivinhema e os fatos serão investigados.

Fonte: Ivi Notícias

O governador Reinaldo Azambuja retorna ao interior de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira, dia 04 de maio, com aproximadamente R$ 14 milhões de investimentos nos municípios de Glória de Dourados e Fátima do Sul. Os recursos são para as áreas de infraestrutura urbana, habitação, saneamento e saúde pública.

A agenda de trabalho inicia em Glória de Dourados. Na cidade, Reinaldo Azambuja autoriza o início das obras de recapeamento em diversas ruas (R$ 902,4 mil) e a elaboração do projeto para construção da ponte de concreto sobre o córrego Pirajuí, no limite de Glória de Dourados com Ivinhema (R$ 1,1 milhão).

Reinaldo Azambuja ainda visita o canteiro de obras de construção de 29 moradias do loteamento Altivo Bortoluzzi, onde são investidos R$ 6,4 milhões – sendo R$ 358 mil do Governo do Estado. O governador ainda entrega sete aparelhos smartphones para os agentes de controle de endemia do município.

Em Fátima do Sul autoriza a construção de asfalto e drenagem no Jardim Brasilândia (R$ 1,5 milhão); e valida a obra de pavimentação e drenagem na Rua Melvin Jone (R$ 609,2 mil), que conta com emenda do deputado Elizeu Dionízio.

Ele ainda assina convênio para asfalto no bairro Oliveira e no Jardim Idalgo (R$ 625 mil); autoriza elaboração de projeto para asfaltar diversas ruas do distrito de Culturama (R$ 2 milhões orçados); entrega obras de esgoto da Sanesul (R$ 3,6 milhões); inaugura recapeamento nos bairros Copafatima, Katira, Tatiana, Cohab Jardim Pioneiro e Centro Educacional (R$ 4,9 milhões); e repassa 11 smartphones para agentes de endemia.

Fonte: Dourados News

O governador Reinaldo Azambuja declarou situação de emergência em partes das áreas urbana e rural de Batayporã, a 313 quilômetros da Capital. O decreto foi publicado na edição desta quinta-feira (3.5) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Fábio Catarinelli, Mato Grosso do Sul está com 31 municípios em situação de emergência, 24 deles com decretos estaduais.

Ele explicou que chuvas causaram danos principalmente na área rural de Batayporã, prejudicando a trafegabilidade do ônibus escolar e o escoamento da produção.

A Defesa Civil Estadual também acompanha a cheia do rio Paraguai, no Pantanal, para evitar transtornos para ribeirinhos e pecuaristas. Choveu em Cáceres (MT) e a água está descendo em direção a Mato Grosso do Sul.

“A régua de medição em Ladário já ultrapassou 4 metros e está se aproximando da marca de 5 metros. Quando chegar em 5 metros entra na cota de emergência”, explicou.

Fonte: A Crítica

Uma perseguição no Taquaral Bosque –na saída para Cuiabá, região do Prosa, em Campo Grande– deixou a vítima com uma fratura exposta na perna direita, durante a fuga do suposto algoz. Os fatos ocorreram na noite de segunda-feira (30) e, de acordo com registros do boletim de ocorrência, o acusado não foi detido após tentar matar o ciclista.

Por volta das 20h30, a vítima, um homem de 33 anos, foi visto na rua Pinhão. Em seu encalço, um Fiat Palio de cor branca teria tentado lhe atropelar, segundo relato de uma testemunha. O ciclista conseguiu evitar a colisão ao subir na calçada.

Porém, ao largar da bicicleta e correr, ele acabou tropeçando e sofreu uma fratura exposta na perna direita. Mesmo com o ferimento, ele ainda conseguiu entrar em uma residência em busca de refúgio.

O motorista do Palio, então, desceu do veículo e, com arma de fogo em punho, ameaçou o homem. Testemunhas não deixaram que ele seguisse o ciclista, o que fez o acusado deixar o local.

Acionada via Ciops (Centro Integrado de Operações e Segurança), a Polícia Militar enviou uma guarnição ao local, mas não há informações sobre a localização do suspeito. Já a vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada a uma unidade de saúde para tratamento. Também não foram divulgados detalhes sobre o que motivou a perseguição.

Fonte: Comunidade MS

O prazo previsto para concessão dos serviços é de 30 anos com investimentos estimados em R$ 1,3 bilhão

O Governo do Estado deve concluir, ainda este ano, o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) destinada à implantação, expansão, reabilitação, operação e manutenção dos sistemas de esgotamento sanitário dos 68 municípios atendidos pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). O prazo previsto para concessão dos serviços é de 30 anos com investimentos estimados em R$ 1,3 bilhão, beneficiando aproximadamente 1,5 milhão de pessoas.

O objetivo da PPP é acelerar a modernização da estrutura existente e o processo de universalização, elevando a cobertura de rede de esgoto nesses municípios de 43% para 98% no prazo de 10 anos. Nesse modelo de parceria, o privado se responsabiliza pelos investimentos, execução e operação dos serviços e, em contrapartida, o Estado remunera o responsável com o pagamento de uma contraprestação pública de acordo com o desempenho do serviço prestado.

A estruturação do projeto conta com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e está em fase de conclusão, com previsão de realização de audiência e consulta pública no mês de junho. Posteriormente, haverá abertura do Procedimento Licitatório para contratação do futuro parceiro privado ainda em 2018.

De acordo com o Reinaldo Azambuja, a universalização do esgotamento sanitário é um projeto pioneiro, que destaca a preocupação que o Governo tem com as pessoas. “Nossa meta é que todo o Estado seja atendido pela rede de esgoto e vamos fazer isso trazendo a expertise do setor privado. É um objetivo estratégico que tem foco no desenvolvimento sustentável”, destaca o governador.

O Governo do Estado está empenhado na PPP de Esgotamento Sanitário porque há um conjunto de ações e metas que serão atingidas com esse projeto de universalização da rede, como assegurar níveis elevados de sustentabilidade ambiental, atrair novos investimentos em todas as regiões do Estado de forma mais equânime e descentralizada, resgatar a dimensão de planejamento regional de médio e longo prazo e, principalmente, garantir a melhor qualidade de vida e saúde da população.

O Saneamento é o sexto dos 17 desafios enumerados pela Organização das Nações Unidas (ONU) na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. A agenda destaca que o acesso à água e ao saneamento importa para todos os aspectos da dignidade humana: da segurança alimentar e energética à saúde humana e ambiental.

Concorrência

A expectativa do Governo do Estado é atrair grandes empresas da área de saneamento do segmento privado e, assim, ter uma licitação bastante disputada. Várias empresas reconhecidas no mercado, inclusive, acompanham o processo e aguardam a publicação do certame licitatório.

Abrangência

Os municípios atendidos pela Sanesul são: Água Clara, Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Aral Moreira, Bataguassu, Batayporã, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Caracol, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Corumbá, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Fátima do Sul, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jardim, Jateí, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Paranhos, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Sete Quedas, Sidrolândia, Sonora, Tacuru, Taquarussu, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

Fonte: A Crítica

Pagina 10 de 16

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top