Redação

Edital que confirma a candidatura de Lula foi publicado nesta sexta e marca uma das primeiras etapas do processo de tramitação do registro

A sinalização do ministro Luís Roberto Barroso, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de respeitar os prazos de tramitação do registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Palácio do Planalto nas eleições 2018 pode levar o plenário da Corte Eleitoral a julgar o caso apenas no início de setembro.

Nesse período, a propaganda partidária já estará sendo veiculada no rádio e na televisão. O horário eleitoral gratuito começa no dia 31 de agosto. Conforme informou o Estadão/Broadcast na última quinta-feira, 16, Barroso pretende imprimir ao registro de candidatura de Lula o mesmo rito previsto para qualquer outro candidato que dispute a Presidência.

O edital que confirma a candidatura de Lula foi publicado nesta sexta, 17, no Diário da Justiça Eletrônico, marcando uma das primeiras etapas do processo de tramitação do registro. Na condição de relator do registro, caberá a Barroso ditar o ritmo do processo. O ministro já indicou que pretende deixar a decisão sobre o caso para o plenário da Corte Eleitoral, por se tratar de um tema institucionalmente relevante.

A partir deste sábado (um dia depois da publicação do edital) deve ser iniciado o prazo de cinco dias para a contestação da candidatura, que se encerra dia 22. Depois disso é que a defesa deve ser notificada e abre-se o prazo de sete dias para se manifestar.

Segundo um ex-ministro do TSE, se o rito de campanhas anteriores for cumprido à risca, a defesa seria notificada no dia 23. O prazo para a manifestação da defesa se iniciaria no dia 24 e terminaria na noite do dia 30 de agosto, uma quinta-feira.

Como as sessões plenárias do TSE ocorrem às terças e quintas-feiras, o processo poderia, em tese, ser julgado pelo plenário da Corte Eleitoral na primeira semana de setembro. Fontes ouvidas pela reportagem trabalham com a possibilidade de o processo ser julgado na sessão do dia 4 de setembro.

Fonte: Terra

Mulher ficou indignada com a ação dos meliantes e cobra por mais segurança

Enquanto um casal de empresários estava trabalhando, bandidos fizeram a festa em sua residência localizada à rua Henriette Haiat no Residencial Portal do Parque, em Nova Andradina.

O filho ao chegar em casa encontrou a porta arrombada e vários cômodos revirados. Até o presente momento os proprietários do imóvel deram falta de um notebook e dinheiro, mas estão contabilizando os prejuízos.

Para ter acesso à residência, os bandidos pularam o muro e ninguém vizinho viu a ação delituosa.

Em rede social a mulher ficou indignada com a situação: “Que rumo Nova Andradina está seguindo? Estamos a mercê dos bandidos, nós estamos de mãos atadas, nossa segurança está zero, está um pouca vergonha, precisamos nos sentir protegidos... precisamos nos unir para que este comandante reaja e faça alguma coisa para melhorar o policiamento de nossa cidade, está uma vergonha”, finaliza.

O fato deve ser registrado na Delegacia de Polícia Civil, que investigará o caso.

Fonte: Jornal da Nova

João Emanuel Carneiro vai deixar o telespectador com a pulga atrás da orelha sobre a morte de Remy (Vladimir Brichta), em “Segundo sol”. Apesar de tudo levar a crer que ele foi assassinado a mando de Laureta (Adriana Esteves), o malandro pode estar vivo e sua “morte” ter servido apenas para incriminar Luzia (Giovanna Antonelli). O delegado Viana (Carlos Betao), comparsa de Lau, é quem vai cuidar da remoção do corpo de Remy, que vai ser velado em caixão de vidro e cremado.

Naná (Arlete Salles) reclama não poder abraçar o corpo do filho durante o seu velório e manda abrirem o caixão de vidro. Ionan (Armando Babaioff) explica que Remy levou muita facada e que o corpo está desfigurado.

Depois da morte de Remy, Laureta aparece fazendo um despacho, sozinha, rezando com fé. “Os planetas estão se realinhando. Quero que os astros, os orixás, os espíritos... Preciso que todo o além reunido me ajude agora”, fala ela, misteriosa.

Extra.globo

Florentino Pérez parece não desistir da contratação e, de acordo com o diário espanhol "Sport", ele estaria "desesperado" para que o brasileiro ocupe logo o lugar de Cristiano Ronaldo

As especulações sobre a venda de Neymar para o Real Madrid, por um valor "simbólico" de R$ 1,3 bilhão, continuam a todo vapor. Florentino Pérez, presidente do clube madrilenho, parece não desistir da contratação e, de acordo com o diário espanhol "Sport", ele estaria "desesperado" para que o brasileiro ocupe logo o lugar de Cristiano Ronaldo.

para conseguir o feito, Pérez pretende convencer o PSG, e não Neymar. É que o time do camisa 10 está sendo investigado pela Uefa por descumprimento do fair play financeiro. O jornal ainda afirmou que o martelo sobre o futuro do clube francês será batido no fim de agosto. Mas o PSG estaria calmo, sereno e tranquilo.

Fonte: Noticias ao minuto

Florentino Pérez parece não desistir da contratação e, de acordo com o diário espanhol "Sport", ele estaria "desesperado" para que o brasileiro ocupe logo o lugar de Cristiano Ronaldo

As especulações sobre a venda de Neymar para o Real Madrid, por um valor "simbólico" de R$ 1,3 bilhão, continuam a todo vapor. Florentino Pérez, presidente do clube madrilenho, parece não desistir da contratação e, de acordo com o diário espanhol "Sport", ele estaria "desesperado" para que o brasileiro ocupe logo o lugar de Cristiano Ronaldo.

para conseguir o feito, Pérez pretende convencer o PSG, e não Neymar. É que o time do camisa 10 está sendo investigado pela Uefa por descumprimento do fair play financeiro. O jornal ainda afirmou que o martelo sobre o futuro do clube francês será batido no fim de agosto. Mas o PSG estaria calmo, sereno e tranquilo.

Fonte: Noticias ao minuto

Pagina 1 de 950

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top