Mulher agonizou por 14 horas, impedida pelo monstro de receber ajuda

Um homem que não teve a identidade revelada foi preso pela Polícia Civil de Água Clara na última quarta-feira (13) após atear fogo contra a própria mulher, durante sessão de tortura ocorrida na casa do casal, no último sábado (9).

Segundo a polícia, que também teve sua identidade preservada, o caso foi descoberto aos poucos. No dia dos fatos, investigadores foram chamados ao pronto-socorro local para averiguar a mulher, socorrida pelo acusado com queimaduras por todo o corpo. Ao lado do agressor, ela mentiu, dizendo ser vítima de acidente doméstico.

História estranha e mal contada, obviamente, que deixou os policiais estarrecidos.

A suspeita se confirmaria na terça-feira (12), quando o acusado voltou ao hospital completamente bêbado, tentando entrar à força. Acionados, policiais civis resolveram interrogar de novo a vítima, que revelou desta vez toda a verdade.

Segundo ela, depois de ser duramente espancada, com todos os objetos que apareciam à frente do agressor covarde, ele ainda ateou fogo em seu corpo.

Não satisfeito, o acusado aina a deixou 15 horas no chão, agonizando com as queimaduras, já que por puro sadismo não deixou ela procurar socorro ou chamar algum médico. Depois do ato 'piedoso', ameaçou a vítima de morte caso ela contasse para alguém o ocorrido.

Preso e levado à delegacia, o autor confessou o abominável ato. Acabou preso de forma preventiva, com medidas cautelares judiciais para impedir que se aproxime de novo da vítima em caso de improvável liberdade.

Para quem ficou chocado com o relato de horror, a prórpia mulher disse não ser a primeira vez. Desde o casamento, já fora agredida com socos no rosto e até mesmo esfaqueada pelo covardão, que agora espera na delegacia uma vaga no sistema penitenciário para ser transferido, indiciado por tentativa de homicídio e Lei Maria da Penha.

Fonte: Correio do Estado

 

Na noite desta quarta-feira (13), a polícia da cidade de Aquidauana – a 135 quilômetros de Campo Grande, prendeu um homem de 48 anos acusado de estuprar sua sobrinha, em Três Lagoas.

Informações passadas pela Polícia Civil são de que o homem cometeu o estupro em 2015, quando a menina tinha 13 anos na época. Exames comprovaram a conjunção carnal. Ele estava foragido.

Já na noite desta quarta (13), a polícia conseguiu cumprir o mandado de prisão contra ele e o encontrou escondido em Aquidauana. Ele foi levado para a delegacia. A polícia pede que qualquer vítima que tenha sofrido abuso denuncie. O nome será mantido em sigilo.

Em caso de denúncia procure a Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude pelo telefone 3318-9041/9049.

Sinais de abuso em crianças
A criança vítima de abuso sexual sempre vai manifestar que algo está errado com ela por meio do seu comportamento, do sono, da alimentação e do desempenho na escola. As crianças que são vítimas deste crime também podem repetir a violência que sofreram por meio de brincadeiras sexualizadas ou com outros colegas.

Fonte: Midiamax

 

Dinheiro estava dentro da calcinha da mulher

Nesta segunda-feira (11), uma jovem de 22 anos, Dara Pereira foi presa e levada para a delegacia depois de ser flagrada vendendo cocaína, na Praça Aquidauana, em Campo Grande. Ela tentou subornar os policiais que a abordaram.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia teria recebido a informação de que na Praça Aquidauana havia uma mulher vendendo drogas. Quando os militares chegaram ao local perceberam que uma jovem havia jogado próximo a uma árvore alguns objetos.

Ela foi abordada e quando questionada se estaria comercializando drogas na praça, disse que não. Ela foi revistada e dentro da sua calcinha e do sutiã foram encontradas notas de dinheiro, um total de R$ 199.

Um rapaz que também foi abordado contou aos policiais que comprava drogas de Dara há um ano. Ela foi colocada dentro da viatura policial e no caminho para a delegacia tentou subornar os militares oferecendo R$ 199 para que eles a deixassem ir. Dara foi autuada por tráfico de drogas e corrupção ativa.

Fonte: Midiamax

 

Salvar

 

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top